Get Adobe Flash player
1 usuário Online

GUIOMAR NOVAES (biografia)

1894. Guiomar Novaes nasce em São João da Boa Vista

Guiomar Novaes nasceu em 28 de fevereiro de 1894, na Rua Santo Antonio, 343 (atual Teófilo de Andrade) em São João da Boa Vista-SP, Brasil.

Filha de Manoel José da Cruz Novaes e Anna de Carvalho Menezes Novaes. Era a décima sétima de dezenove crianças. A família de Guiomar era composta por vinte e uma pessoas. Dos dezenove filhos do casal Novaes oito morreram e foram criados onze: Maria Amélia, Jorge, Alice, Anthenora, Tereza, Anália, América, Accacio, Guiomar, Gastão e Aurora.

Seu pai, mais conhecido como Manoelzinho, nasceu em Vassouras-RJ, em 1849. Era Major e negociava com café. Seus negócios da cidade de São Paulo foram transferidos para São João da Boa Vista na última década do século XIX. Sua mãe nasceu em Areias. O casal Novaes deixou São Paulo para visitar os pais e o irmão de Dona Anna, mãe de Guiomar, porém as férias se estenderam e permaneceram mais tempo na cidade, dando tempo de nascer a pequenina Guiomar e permaneceram na cidade até que ela completasse seis anos (1902).

Guiomar Novaes começou a tocar aos 4 anos. Quando “descobriu” o piano, uma força e um encantamento a fazia tocar impulsivamente. Era uma criança musical e quando ouvia outras crianças no jardim da infância cantarem, logo ia para o piano e tocava o que acabara de ouvir. O pai arranjou um professor para a filha prodigiosa.

1902. Sua família muda-se para São Paulo

1909. Guiomar vai estudar em Paris

Com 13 anos, Guiomar Novaes já era conhecida em São Paulo como uma pianista muito inspirada e competente. Isso chamou a atenção dos oficiais do governo brasileiro; recebeu deles uma bolsa por 4 anos de estudos no Conservatório de Paris. Candidatos vieram do mundo inteiro para as duas únicas vagas de admissão e reservadas a estrangeiros no Conservatório de Paris. No primeiro exame, tocou o Carnaval de Schumann e a terceira Balada de Chopin. Presidia o júri, Debussy, Fauré e Moszkowski. A interpretação e a técnica demonstrada assombraram os juízes que tiveram pejo em pedir a menina de 13 anos no exame seguinte, repetisse a Balada. O veredicto foi unânime e ante tais examinadores arrebatou o primeiro prêmio! Por dois anos seguidos, ficou Guiomar Novaes entregue à tutela de Isidore Philipp, (1863-1958) eminente pianista e pedagogo francês e este asseverava expressamente que nada tivera a lhe ensinar: ele, o professor, é que dela tinha aprendido algo da arte de Chiaffarelli que levara pronta do Brasil.

20 de outubro de 1909
Concerto de Despedida em São Paulo

1911. Inicia uma tourneè pela Europa

A própria Guiomar contou várias vezes um incidente que com o professor Isidore Philipp: Executava então uma peça de Chopin, realmente bem: no entanto, deixava margem a sugestões interpretativas Philipp explicou-me suas idéias. Compreendo- disse a ele e toquei exatamente como antes. Pacientemente, Philipp tudo explicou-me novamente. Compreendo – repeti. Novamente toquei a peça, exatamente como antes. Após uma terceira repetição desse episódio, Philipp desistiu, completamente convencido que a minha execução a melhor, contava ela, rindo de sua ousadia. No término de seu segundo ano de estudo com Isidore Philipp foi agraciada novamente com um Premier Prix du Conservatoire. (Essa medalha e diploma encontram-se no Museu Histórico de São João da Boa Vista).
Ao chegar na França, Guiomar foi convidada para ir à casa de uma compatriota e quando viu a anfitriã ficou surpresa! Era a PRINCESA ISABEL. A princesa ficou emocionada quando ouviu, por Guiomar Novaes, “A Grande de Fantasia Triunfal” sobre o Hino Nacional Brasileiro de Gottschalk.

Em 1911, Guiomar faz um recital e arrebata público e críticos. Em 5 de julho encerra o curso no conservatório de Paris. Ela conquista o primeiro prêmio com a execução da 2ª Balada de Chopin. Em 1913, a pianista parte para Milão e em 11 de fevereiro dá uma audição particular no Salão Real do Conservatório. Crítica e público italianos aplaudem Guiomar Novaes. Foi à Suiça e é aplaudida por 3.000 pessoas numa apresentação triunfal em Genebra. Vai ainda para Berlin e Munique na Alemanha. O início da primeira guerra mundial, em 1914, interrompeu sua carreira na Europa e ela voltou para São Paulo no Brasil.

1914. Guiomar retorna à sua terra natal São João da Boa Vista

No dia 21 de fevereiro de 1914, portando uma gloriosa bagagem, Guiomar Novaes reaparece na sua terra, São João da Boa Vista. Não tinha sido a vinda de Guiomar a São João devidamente divulgada e a cidade deixou de promover uma recepção popular, como era de se esperar. Por iniciativa do jornal O MUNICÍPIO, reuniu-se no dia seguinte no jardim público um grande contingente de pessoas que, precedidas pela banda de música do Maestro Aquilino e sob o alvoroço contagiante provocado pelos rojões que espocavam no alto, caminharam para avenida D. Gertrudes, até a residência do ativo e sempre festeiro João Osório (atual sede do Palmeiras) onde hospedava a concertista. Foi uma vibrante manifestação pública á nossa mais famosa conterrânea. Guiomar, falando sobre sua cidade natal disse: “Assim como o tempo da infância é o melhor tempo de nossa vida, a cidade em que nascemos, é o mais belo recanto do mundo.”. Nessa mesma noite, no Centro Recreativo Sanjoanense, ao lado da casa onde ela havia nascido, teve o lugar o Concerto de Guiomar Novaes, realizado em benefício das obras da Igreja Matriz de São João.

Narizinho

Monteiro Lobato cria a personagem Narizinho em homenagem a Guiomar Novaes sua vizinha.

Com seis anos sua família mudou para São Paulo e ela começou a estudar piano com Luigi Chiaffarelli, um italiano que foi aluno de Busoni. Ele foi responsável por seu tom incomparável, seu legato sem emenda, sua mão esquerda que cantava frases esconhecidas e seu pedal que sustentavam o som como se este estivesse “flutuando” no ar. Aos 7 anos ela compôs uma pura e modesta valsa. Aos 8 anos, ela não só tocava profissionalmente como era a grande sensação nas salas de concerto de São Paulo. Como aluna de Chiaffarelli, apresentou-se a partir de 1902, ano que marca a estréia pública de Guiomar Novaes e quando o jornal “O Estado de São Paulo” publicou pela primeira vez seu nome. A partir dessa data sua estrela resplandecia a cada apresentação, revelando-se ao público e levando o nome do Brasil para os maiores palcos do mundo.

VOLTA SEGUE

“Valsa (Jardim de Infância)” composta por Guiomar Novaes aos 9 anos, interpretada pelo pianista José Henrique Vargas no programa “Piano & Movimento” veiculado pela UnB TV em 2007.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

julho 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Quem é mais famoso?

View Results

Carregando ... Carregando ...

Quem é mais conhecido?

View Results

Carregando ... Carregando ...